Saiu na Mídia

SETEMBRO

 

INFOMONEY: Não ao desperdício: empresas dão desconto de mais de 70% para vender produtos perto do vencimento

O que fazer com alimentos que estão próximos da data limite de validade? Esperar vencer e jogar fora? O grande desperdício que essa ação gera é uma situação cada vez menos tolerável não é mesmo? Pensando nisso, empresas cujas preocupações vão além da questão financeira gerada pelo prejuízo dão descontos que passam dos 70% do valor do produto para não vê-lo ir para o lixo.

 

ESTADÃO CONTEÚDO: Produção ampliada de laticínios veganos oferece novas alternativas

A voluntária Adriana Martins, 52, foi diagnosticada com intolerância à lactose há seis anos. Porém, até descobrir que seu problema era o leite, viveu vários anos com dores abdominais e diarreias constantes. Ela conta que no começo sofreu para fazer as substituições na cozinha, pois não encontrava opções ou se deparava com preços extremamente caros. Essa não é uma situação exclusiva, já que cerca de 40% da população brasileira possui intolerância à lactose. A mesma dificuldade é enfrentada por aproximadamente 5 milhões de veganos, que optaram por abandonar o consumo de leite de vaca ou de qualquer outro animal. 

AGOSTO

 

PORTAL TERRA: Cada vez mais alérgicos, brasileiros buscam alimentos livres de soja

Mais de um terço dos brasileiros tem algum tipo de alergia. Segundo a Asbai (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia), cerca de 5% dos adultos e 8% das crianças convivem com alergias alimentares. Entre os alergênicos mais comuns estão a soja, produto utilizado na fabricação de diversos alimentos. Além de estar presente na composição de produtos como óleo, tofu, shoyu, papinhas, sucos e temperos, a soja pode aparecer em pequena quantidade em outras embalagens. Um saco de feijão, por exemplo, pode ter traços de soja porque os grãos ficaram armazenados juntos.

JULHO

REVISTA EXAME: Mudança de hábito dos brasileiros amplia mercado vegetariano e vegano

Toda semana, o vegetarianismo ganha cerca de 2 mil novos adeptos no país, de acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira. Esse crescimento tem refletido de maneira positiva no mercado vegetariano, vegano e de serviços relacionados. O setor de alimentação saudável, por exemplo, cresceu 98% entre 2009 e 2014 no Brasil, segundo pesquisa da Euromonitor. O empresário Ricardo Campos, que está à frente da VegaSite, um e-commerce que oferece produtos veganos e vegetarianos, viu suas vendas dobrarem mês a mês no primeiro semestre deste ano.

 

MUNDO DO MARKETING: Comprar comida vegana pela internet ganha adeptos em SP

Com dificuldades para encontrar opções de alimentos nas lojas físicas, veganos e vegetarianos recorrem agora à internet. Apesar do crescimento perto dos 40% e mais de 200 produtos certificados pela Sociedade Vegetariana Brasileira, o mercado brasileiro ainda não absorveu completamente a demanda dos 5 milhões de veganos e dos 16 milhões de vegetarianos que existem no país. A pedagoga Vivian Eisenacher, 38, não come carne desde criança e diz que quase nunca encontrava os alimentos que queria nos supermercados comuns. Ela conta que depois que conheceu uma loja online, passou a ter acesso a novos produtos e tem comprado toda semana para manter as refeições completas.

Sobre a loja

A VegaSite oferece os melhores produtos veganos, vegetarianos e naturais em um único site para que os nossos clientes possam comprar online com toda comodidade e praticidade.

Social
Pague com
  • Boleto Bancário
  • Depósito Bancário
Selos

VegaSite Produtos Veganos Ltda-EPP - CNPJ: 22.942.854/0001-20 © Todos os direitos reservados. 2017